Menduina

Sou a rosa mais perfumada do meu jardim.

Textos


CORPO CANSADO
 
O dia finda, cai disforme como um canto
imperfeitos são as horas que não passam,
indecifrável  sintonias ouvidas...
absorta, vejo pessoas passarem no vai e vem
sem destino e remetente, apenas com pressa
escurece, a noite cai lentamente,
um sussurro me pede que deite,
pela janela a lua entra sem permissão, linda,
em teu peito repouso a cabeça esperando o sono
é assim todas as noites... ali a canção do amor vem
se esconde nas minha entranhas suavemente,
gemidos de amor sussurros no ouvido acalentas,
evidentes gemidos são ouvidos
o frio deita à noite silenciosa, é inverno!
Coração, este coração feito de amores distantes
agora amando no presente hospeda em mim
este novo amor morada de ternura...
desfazendo- se da solidão sempre companheira,
deu lugar apenas à paz existente
merecida no fim de uma grande jornada.
######################
Interação do Poetaa Olavo

Minha poesia não se cansa
de tentar o seu amor
mando meus versos nesta dança
brindando seu sim com uma flor
OBRIGADA POETA PELA INTERAÇÃAO

Menduina
Enviado por Menduina em 22/02/2019
Alterado em 26/02/2019


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras