Menduina

Sou a rosa mais perfumada do meu jardim.

Textos


Gemidos que vem de ti afogam a alma
a chama deste amor revigora a vida
tua partida deixou  um vazio quase fúnebre,
um fio de vida como prece feita até o derradeiro dia;
 Lágrimas que saem daí são acolhidas,
juntando nas ondas com saudades
sem ti o mar que chamas se faz ofegante!
O gole de esperança é dor a cada dia
mesmo órfão de amor cambaleando és qual vinho,
muralhas vão se abrir, virás de volta em prantos,
a devastação termina no ato de amor
despeje o néctar vindo de ti,
das profundezas do nada  submerges ,
qual teus pensamentos destroem tudo
atordoas a vida que recebeste um dia,
 vindo à tua procura como bússola no coração
 tua voz vindo de longe feito gemidos
com mente turva feito água suja
é loucura amargar nestes caminhos.
Sem tua nudez linda
nos atos de gozo magistrais
apenas teus gritos de prazeres eram ouvidos.
http://www.menduina.recantodasletras.com.br/publicacoes.php 
Menduina
Enviado por Menduina em 13/03/2014
Alterado em 13/03/2014


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras