Menduina

Sou a rosa mais perfumada do meu jardim.

Textos


A dor que domina e adormece o corpo que afago
sangra o peito ferido estrangulando de  dor,
tão longe se vai o tempo derradeiro que indago.

                         //

Meu corpo segue teus passos me esmago
na saudade que inflama minha retina com lágrimas,
deito no frio travesseiro mórbido de gritos que propago.




 
Menduina
Enviado por Menduina em 13/11/2013
Alterado em 13/11/2013


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras