Menduina

Sou a rosa mais perfumada do meu jardim.

Textos



 
Cansada ainda com o punhal fincado no peito...
Ele veio me consolar...
Delicado, lindo, montado em seu cavalo branco
Tomou-me pelas mãos, me convidou pra dançar!
Seu tom de voz me encantou!
Me disse: A dama me dá a honra de uma dança?
Escolha o que quer! Eu, apesar de triste
Disse-lhe:  leve-me meu poeta, quero dançar
Um lindo bolero, ou um tango...pedi ,
Cole seu rosto no meu, rodopie comigo,
Depois me leve diante da Lua continue dançando
A dança do amor!
Ali o jantar está pronto, o vinho chileno
Á nossa espera vamos meu anjo apenas
Nós dois, nosso momento foi sublime...
Depois lhe pedi; agora que já dançamos,
E jantamos, vamos, nossa cama nos
Espera, quero teus carinhos
Me tenha assim como queres,
E a felicidade voltou, a ferida do peito
Parou de sangrar...O amor falou mais alto.
ouça
http://www.menduina.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=3981804

 

 
Menduina
Enviado por Menduina em 12/11/2012
Alterado em 12/11/2012


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras