Menduina

Sou a rosa mais perfumada do meu jardim.

Áudios




 
Aprendi que a paz e felicidade
não são iguais.
Aprendi que nossos amigos não são
tão sinceros como pensamos.
Aprendi a duras penas que o amor
não se divide, nem se implora.
Aprendi que nunca sabemos nada,
sempre temos surpresas desagradáveis.
Aprendi que nem todo beijo é sincero,
que nosso corpo não foi feito pra
muitos, apenas quando o amor
Fluir,
Aprendi sofrendo, chorando, ganhando,
perdendo, caindo, levantando, que a vida
é  uma eterna conquista,
Aprendi e cai várias vezes, e em todas
levantei-me, me dei sempre por inteira.
Aprendi que a quem me dei não merecia.
Aprendi a ver o sol sem me queimar
Aprendi que a luz da Lua é dos sonhadores.
Aprendi o que se aprende com a vida.
Aprendi a dizer teu nome sem sofrer.
Aprendi a ver teu lado na cama vazio,
apenas choro, um choro de lembranças.
Aprendi que a solidão é minha companheira,
sei que vou aprender muito mais.
 
MENDUIÑA


 
 
 


Enviado por Menduina em 01/02/2011




Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras