Menduina

Sou a rosa mais perfumada do meu jardim.

Áudios




Vazio são meus pensamentos
Minha vida no sentido afoito
Percorro o imaginário e sem fim
Meus dias!
Saio a procura do óbvio na vida
Me encontro entre o tudo ou nada
Sou a magia quase perdida, não me
Acho!
Se colho as flores elas murcham, e
Os espinhos me despertam com dores
Corro pro mar, as ondas quase mudam
De cor pelo meu amor! E ali ficam
Paradas por pena de mim, eu sei, sim
Subo a montanha por onde sempre fui
No topo, sento e meu olhar vislumbra
Até onde posso ver, se choro estou só,
Se sorrio continuo só!
Penso no meu amor, que nem sequer
Sabe o que sinto! Guardo comigo!!!
Pra ele apenas meu olhar conta minha
Vida!
No sussurro comigo mesma me acho
Meu grito é manso, apenas meu!
 
Poetisa Menduina

Enviado por Menduina em 10/05/2010




Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras