Menduina

Sou a rosa mais perfumada do meu jardim.

Áudios



Se quiseres, me encontre meu amor,
Estarei sempre aqui em frente a janela,
Sentada ouvindo as músicas no calor
Envolvente, no ardor do amor, e saudosa!

Se quiseres, estou de braços abertos
Esperando tua chegada, se não vieres,
Diga-me Adeus! Não te culparei, não!
Nem vou mais chorar por ti, calo-me!

Se quiseres, voltar não estarei aqui
Vou percorrer as estradas onde eu e tu
Andamos de braços dados e mereci,
Envolvida nas recordações e perdi,

Se me quiseres, talvez seja tarde, sim!
O tempo passa e astuto me levará
Restará apenas tu, hás de lembrar
Do grande amor que se foi, não achará!

Poetisa Menduina
Enviado por Menduina em 20/04/2010




Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras