Menduina

Sou a rosa mais perfumada do meu jardim.

Áudios



Queria saber como passas assim
Sem me dar atenção, esbravejo
De dor e paixão, teu coração não
Percebe minha intenção!! Sou eu!
Aquela que te deu amor!
Que desbravou teus limites, e te amou!
Miserável eu seria se não sofresse!
Óbvio, não consigo!
Vives no âmago de minha alma
Ferida, como fera rebusco o amor
A chave do meu coração vos dei!
E perdi a cópia!!!
Caminho por veredas estreitas!!!
Sozinha, sim!!!
Bebo do leite derramado por ti!
Sacio minha sede!!!
E passaste !! Te foste como folhas
Ao vento !!!
Nos caminhos , embravecida andei!
Por fim sem ti voltei!!!!

Poetisa Menduina
 


Enviado por Menduina em 20/04/2010




Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras